Beija-flores: pequenos seres alados

Hoje depois de muitos anos temos centenas de pés de tocha e agapantos plantados no hotel e identificamos cinco espécies de beija-flores, são elas: Beija-flor-de-papo-branco, Beija-flor-tesoura-de fronte-violeta, Beija-flor-de-banda-branca, Besourinho-de-bico-vermelho e Beija-flor-preto.Ah, quase duas décadas quando nos casamos eu (Marilu) e Lineu descobrimos juntos uma paixão por fotografar os pássaros na Serra Gaúcha.

Tudo começou com um Livro chamado “Brasil 500 Pássaros” que Lineu havia ganhado de presente. Todas as aves que observávamos no hotel em Gramado corríamos para o livro para tentar identificar a espécie, depois começamos a fotografá-los: desta forma a identificação ficava mais fácil. No entanto com o passar do tempo este livro não dava mais conta, e precisamos então buscar novas fontes bibliográficas.

Dalgas Frisch foi quem abriu nossos olhos para o mundo das aves e das plantas. Através dele e de seus projetos, começamos a idealizar no hotel o nosso projeto “Plantas e Pássaros”. Depois veio Edson Endrigo e todos os seus livros das aves brasileiras e seus biomas.

Dalgas e sua esposa montaram um jardim para os beija-flores, e eu é claro queria fazer igual……a questão é que em uma clima frio como Gramado raríssimas vezes víamos beija-flores, e no inverno não tem flor, ou se tem flor, não são as que os beija-flores precisam para se alimentar; até que um belo dia próximo ao lago estava eu sentada e vi um beija-flor em uma tocha, flor que floresce no inverno e que tem este nome porque de fato parece uma tocha de fogo. Então logo pensei …. vou fazer mudas e espalhar pelo hotel, os anos foram passando e cada vez mais multiplicávamos as mesmas.

O problema da falta de flor no inverno estava solucionado, mas e as demais épocas do ano…. bom vocês podem pensar temos Hortênsia… sim muitas Hortênsias, a flor símbolo da Rota Romântica, de Gramado… O problema é que ela não tem nada para oferecer a estes pequenos seres alados, então novamente a busca bibliográfica e vários foram os testes de adaptação de espécies de flores, porque não queríamos ter que trocar as mesmas permanentemente justamente por uma questão sustentável.

Descobrimos o agapanto, o hibisco, a lanterna chinesa, a cerejeira, estas flores fornecem o alimento que eles precisam e fornecem muito mais que alegria para nós e nossos hóspedes.

Hoje depois de muitos anos temos centenas de pés de tocha e agapantos plantados no hotel e identificamos cinco espécies de beija-flores, são elas:

Beija-flor-de-papo-branco, Beija-flor-tesoura-de fronte-violeta, Beija-flor-de-banda-branca, Besourinho-de-bico-vermelho e Beija-flor-preto.

Este vídeo que compartilhamos com vocês com muito orgulho é o resultado de anos de dedicação e cuidado ao meio ambiente no plantio e cuidado com as tochas e os beija-flores.

 

Obs: este texto é um pequeno fragmento de todo o projeto Plantas e Pássaros do Hotel Bangalôs da Serra, e faz referência somente aos beija-flores e suas flores. Autora: Marilu Kern, sócia-gerente do Hotel Bangalôs da Serra de Gramado.

1 comentário adicionado

  1. Maria Odete 27 de junho de 2019 Responder

    Amooo Serra Gaúcha!!!
    Hotel Bangalôs da Serra tudo de bom.Adorooo! Ja fui várias vezes e não tem como não gostar.É muito aconchegante!
    Me sinto no Paraíso!!!O amanhecer do dia é maravilhoso!!!!

Publique seu comentário